Pesquisar
Close this search box.

conheça o programa

O pirata da privada quebrada

O bravo capitão não contava com a astúcia da força de uma mulher. Leia a história de Artur Melo.

Por Artur Melo, 10 anos
A
luno do 5º ano do Ensino Fundamental, da Escola Sá Pereira

Você já deve estar se perguntando por que “Pirata da Privada Quebrada”, então eu vou responder: “Privada” é porque a cara dele faz lembrar uma privada e o “Quebrada” é porque ele não tinha metade do queixo, pois tinha perdido em uma guerra. Agora vou contar como foi essa guerra.

Um dia, o Pirata da Privada Quebrada não avistava nem um navio para saquear até que uma voz lá de cima do barco gritou:

– Capitão navio à vista, mas é de piratas também!

E o Capitão Privada Quebrada respondeu:

– E eu lá quero saber, vamos atacar logo!

– Então tá, Capitão! – gritou o pirata, cumprindo as ordens, mas pouco convencido.

Quando os dois navios ficaram lado a lado foi bala de canhão para todo lado. Os piratas das duas tripulações jogaram cordas um para o barco do outro e a tripulação do Pirata da Privada Quebrada estava perdendo feio, foi aí que o capitão disse:

– Já chega! Eu mesmo vou lá resolver isso.

Então, quando o capitão estava no navio inimigo, não demorou nada, logo levou uma espadada no queixo, foi amarrado e jogado no mar. Mas não pensem que foi porque ele é ruim de briga. Não! Na verdade, ele ficou perplexo porque deu de cara com uma mulher. Ela era a chefe da tripulação inimiga. Por essa ele não esperava! E por que será que ela não o matou de vez? Porque achava que ser comido por tubarões, atraídos pelo sangue de queixo quebrado, era o pior dos piores castigos.

O capitão, esperto, prendeu o ar até os dois navios irem embora. Por sorte, tinha uma pedra pontuda, afiadíssima, bem no meio de seu caminho, no fundo do mar. Ele roçou seus braços rapidamente até a corda se arrebentar. Em seguia, ele subiu para a superfície, pegou um pedaço de madeira e foi embora para uma ilha que ficava lá perto.

Ficou meses e meses esperando ajuda… Até que um dia, viu o seu navio voltando em direção à ilha. E quando ancorou, o Pirata da Privada Quebrada subiu no navio e disse:

– Por que vocês voltaram para me buscar?

– Oras, porque você é o nosso capitão – disseram os marujos que sobraram de sua tripulação.

E assim termina essa história.
O navio foi embora e nunca mais ouviram falar do Pirata da Privada Quebrada.

Faça aqui o seu cadastro e receba nossa news

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Raquel Campos
Raquel Campos
10 anos atrás

Arthur,
Fiquei me perguntando como este Pirata iria se salvar, ainda bem que com tanto talento você lembrou que ele tinha amigos, sendo assim nada mais justo que eles voltassem para salva-lo. Gostei muito, de você não ter deixado ele abandonado pelo seu navio. Delícia de história.

Tania Cozzi
Tania Cozzi
11 anos atrás

Artur,
Esta história me deixou curiosa e pensei: “Como o Pirata vai sair desta?”. Mas você, com talento, soube dar um belo final à história! Adorei!
Beijo,
Tania

Leandro Gouveia
Leandro Gouveia
11 anos atrás

Muito bom Artur!
Adorei a lição!
Bjs
Leandro

Anrela Quintella
Anrela Quintella
11 anos atrás

Esta foi demais! Cheguei a ter pena do infeliz Pirata! Porém, esperto como você é, resolveu logo o problema do infeliz.
Adorei, meu queridão! Você está cada dia melhor!
Muitos beijos saudosos,
Anrela

Cristina Ribeiro
Cristina Ribeiro
11 anos atrás

Adorei Artur!!
A mulher pirata realmente sabe aplicar castigos!!
Bjs
Cristina Ribeiro

bruna miranda
bruna miranda
Reply to  Cristina Ribeiro
7 anos atrás

Gostei bastante me ajudou em um trabalho de quinto ano da escola vc e muito inteligente parabens !!!!!!!

Categorias

Arquivos

Tags

Você pode gostar