João Jardim

Pelo que convivi com adolescentes fazendo um filme sobre eles, posso dizer que os pais não têm o poder de deixá-los longe da TV  quando estão fora de casa. Sou a favor da classificação indicativa até as 19h, horário que muitos pais chegam em casa. Depois disto, a bola pode ser passada para os responsáveis, mas longe de casa o pai não pode controlar o que o filho deve ou não ver. Ao contrario, basta o pai dizer, não assista a tal programa, que eles vão lá para assistir.

João Jardim
Cineasta. Diretor dos filmes Janelas da Alma e Pro Dia Nascer Feliz. Depoimento concedido ao site do Rio Mídia, em 2007, logo após a aprovação da portaria 1.22o, sobre a classificação indicativa.

Categorias

Arquivos

Tags