Pesquisar
Close this search box.

conheça o programa

Gpeto (1999), vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formado em Design pela PUC-RIO.
Ao abordar questões contemporâneas da tecnologia, Gpeto utiliza pinturas e esculturas como meios para apontar os efeitos de uma sociedade acelerada. Em suas obras, propõem métodos de articulação entre referências pessoais e colagens de uma paisagem digital . Em 2020 fez o curso de acompanhamento com Regina Parra. Em 2021 apresentou sua primeira exposição individual e e um de seus trabalhos faz parte do acervo do Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR). Atualmente trabalha em seu ateliê em São Cristóvão.

revistapontocom – De onde surgem suas inspirações?
Ricardo Ramos – A inspiração surge de diversas fontes. Percebo que a criatividade floresce à medida que mergulhamos em nosso próprio trabalho e nos enriquecemos com as influências que encontramos ao longo do percurso. Essas influências podem emanar de conversas com amigos, visitas a exposições, leituras de livros ou até mesmo uma caminhada pela rua ou uma viagem de metrô.

revistapontocom – Como é o seu processo de trabalho? Antes, durante e depois da criação? Pode dar alguns exemplos?
Ricardo Ramos- Depende muito da mídia com a qual estou trabalhando. Na pintura, por exemplo, eu trabalho em séries. Muitas vezes já tenho algum planejamento de composições ou técnicas, mas a pintura sempre surpreende no meio do processo. Com esculturas, eu preciso planejar a estrutura básica da forma que quero criar, mas consigo ir editando pequenos detalhes de textura e cor posteriormente. No geral, o processo é bem caótico para ser sincero, trabalho em diversas séries ao mesmo tempo e com pintura e escultura ao mesmo tempo, o que faz com que essas mídias se misturam muitas vezes, como na série “Postes” de 2022.

revistapontocom – Você faz uso de algumas tecnologias (digitais ou não) para o desenvolvimento de suas criações? Se sim, quais?
Ricardo Ramos – Utilizo diversas tecnologias. Desde colagens digitais até inteligência artificial para distorcer imagens, criar variações, deformações.

revistapontocom – Essas tecnologias (digitais ou não) te auxiliam de alguma forma? Pode dar alguns exemplos?
Ricardo Ramos – Auxiliam bastante. Atualmente utilizo o computador para editar imagens e produzir colagens e composições. O processo realmente fica mais rápido. Se você souber usar as tecnologias a seu favor elas podem ser muito benéficas. Além disso, também tenho um tablet no atelier para reproduzir imagens que vou pintar e fazer algumas modificações.

revistapontocom – Quando você cria…você busca exatamente o quê? Qual é o seu objetivo?
Ricardo Ramos – Eu busco tentar entender a relação da arte com a tecnologia e a relação da tecnologia com a sociedade. Muito da minha pesquisa vem das redes sociais, internet e os efeitos delas para a sociedade contemporânea. Alguns temas como a vigilância, o reconhecimento facial e a inteligência artificial me interessam bastante. Meu objetivo é continuar produzindo.

revistapontocom – E quando a criação está pronta…qual é a relação que você estabelece com sua obra?
Ricardo Ramos – Depende muito da obra, algumas realmente tem um valor pessoal e sentimental maior.

revistapontocom – Hoje, neste mundo midiático/tecnológico/interativo, o processo de criação é…
Ricardo Ramos – Colaborativo, veloz e compartilhado

revistapontocom – Hoje, neste mundo midiático/tecnológico/interativo, a relação do artista com o público é…
Ricardo Ramos – criada através de um persona online.

revistapontocom – O que o motiva a trabalhar na área?
Ricardo Ramos – O amor por produzir, pois se eu soubesse como as coisas funcionam quando comecei… Pena que agora é tarde demais rsrsrs.

revistapontocom – Qual é o poder da arte?
Ricardo Ramos – Ela desempenha um papel importante na vida de muitas pessoas. Possui um poder amplo, que varia de uma função informativa, cultural e às vezes de entretenimento.

revistapontocom – Qual é o poder da arte na sociedade brasileira?
Ricardo Ramos – Ser um espaço de produção cultural inclusivo, diverso e livre.

Faça aqui o seu cadastro e receba nossa news

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Categorias

Arquivos

Tags

Você pode gostar