Sinal verde para um novo caminho

Ao centro, a menina Cristiele. Foto de Edson Frankowiak

Caminhão de sonhos é o título do poema de Cristiele Noronha, de 12 anos, que ficou em primeiro lugar (categoria poesia) no IX Prêmio Denatran de Educação no Trânsito, que tem o objetivo de promover a conscientização das crianças e jovens de todo o país sobre o tema. No próximo dia 26, a menina, de Barra Velha, Santa Catarina, estará em Brasília para receber o prêmio de R$ 5 mil.

Confira a poesia premiada:

Caminhão de sonhos
Cristieli Noronha

 
Sonhei que era um caminhão
Que transportava educação
Sempre estacionava direito
E nunca entrava na contramão
 
A buzina era de utilidade
E não sinal de vaidade
Eu sempre respeitava os pedestres
E os limites de velocidade
 
Ia seguindo meu caminho
Com cargas para entregar
Meu combustível é o carinho
Que distribuo sem parar
 
O nome da transportadora
Se chamava felicidade
E cada vez que eu abastecia
Tornava melhor a cidade
 
O trânsito não era problema
Pois todos seguiam as leis
E quem as desrespeitava
Ia pra autoescola outra vez
 
Sei que um sonho se acaba
E em caminhão não vou me transformar
Mas já sei que de carona
As regras do trânsito eu posso levar.

Categorias

Arquivos

Tags