Cidades, Salvem Seus Rios!
E o projeto no Rio de Janeiro Esse Rio é Meu

Escolha aqui seu município
Ou siga para o site geral do projeto

Cidades, salvem seus rios

O projeto Cidades, salvem seus rios é de atuação nacional, ao longo de dois anos letivos, voltado para o protagonismo infanto-juvenil, nas escolas das Redes Municipais de Ensino. A ideia central do projeto é motivar e mobilizar as escolas a trabalharem pela recuperação e preservação do rio mais próximo a elas, ao mesmo tempo em que integram os conteúdos curriculares de forma interdisciplinar, através das ações em prol da solução dos problemas de seu rio. Um convite a professores, alunos e comunidades para refletir sobre o papel de cada um na recuperação do rio, como protagonistas da ação de transformar sua realidade. Cidades, salvem seus rios

Nossa história

A partir de 2014 a tecnologia social desenvolvida pela organização – “Educação com e Através de Causas” ganha concretude e se desdobra no projeto “Carioca, o rio do Rio”, que hoje ganha escala através do programa “Cidades Salvem seus Rios”.

O programa é um desdobramento do projeto piloto “Carioca, o rio do Rio” que teve início em outubro de 2014.  A partir das escolas públicas e privadas situadas na bacia do Carioca chega-se à sociedade e comunidades num projeto que ganha a imprensa e apresenta em pouco tempo a resultados surpreendentes em menos de três anos:

Desde 2019, o Planetapontocom vem implementando no município do Rio de Janeiro o projeto Esse Rio É Meu que é a versão carioca do Programa Cidade Salvem Seus rios!

Metodologia

A metodologia de Educação com e por meio de Causas é resultado de um amplo trabalho de pesquisa, tendo como bases conceituais a Midiaeducação, a Educação Interdimensional, os princípios do MatrixWorksTM e o Método Sistêmico. Este referencial teórico sustenta uma prática pedagógica que concebe os ambientes de aprendizagem para muito além dos limites físicos da sala de aula, expandindo-os para os espaços públicos, para o ambiente virtual, para lugares e tempos que permitam a experimentação, as descobertas de novos objetos e de novas relações, a construção de novos significados, a formulação de novas questões que levem a novas respostas.

Princípios pedagógicos que norteiam o projeto:

  1. Problematização;
  2. Interdisciplinaridade;
  3. Contextualização;
  4. Pesquisa e trabalho;
  5. Autonomia;
  6. Protagonismo;
  7. Interação;
  8. Inclusão
  9. Multiletramento.

Metodologias ativas e modelos híbridos

Centrados no protagonismo do aluno no processo de aprendizado. Propõem a produção e compartilhamento de conhecimento de maneira autônoma e participativa.





Aprendizagem Baseada em Problema

proposta pedagógica pautada na solução de problemas. Abordagem centrada no aluno por meio de problemas propostos em situações motivadoras e desafiadoras.





Aprendizagem baseada em Projetos

Parte de problematizações das diferentes realidades, desafiando os alunos a explorar as soluções possíveis dentro de um contexto específico ― usando as TIs ou outros recursos disponíveis - o que incentiva a capacidade de desenvolver um perfil investigativo e crítico perante alguma situação. Favorece a abordagem interdisciplinar.

Os educadores são orientados para, junto com seus alunos, buscar as informações sobre o seu rio. Eles vão a campo e levantam as informações de história, geografia, ciências da natureza (fauna, flora, geomorfologia, lixo, esgoto, ciclo da água e bioma) dentre outras.

 Os professores recebem uma cartilha online contendo todas as informações e sugestões de como desenvolver o seu projeto interdisciplinar, por ano letivo.

Cidades, salvem seus rios -
Esse Rio é meu

No Rio de Janeiro, o projeto se inicia em 2019 ao mesmo tempo que entra em vigor a Lei Municipal nº 6.535, de abril de 2019, que estabelece a implementação do projeto “Esse Rio é Meu” no âmbito de todas as escolas da rede municipal de ensino.  Em dezembro de 2021 acontece o lançamento oficial do projeto na Escola Municipal Dom Meinrado, em Campo Grande, o projeto Esse Rio é Meu vai mobilizar professores e alunos das mais de 1,5 mil escolas do Rio de Janeiro para atuar na recuperação e preservação do rio mais próximo à cada escola em dois anos.

 Nos próximos dois anos, o projeto vai engajar quase 40 mil professores e mais de 633 mil estudantes, em ações de recuperação e preservação dos 267 cursos d’água da cidade.

Para o alcance das metas, oferecemos diversos conteúdo para professores e alunos dos segmentos Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 e Ensino Fundamental 2. Todo esse material, mais vídeos e conteúdo de apoio, está disponível em uma plataforma contendo os mapas interativos dos rios e escolas georreferenciados, do município. A plataforma, de mesmo nome, construída em parceria com a MultiRio pode ser acessada livremente através do botão: 

“O grande tema que a juventude do mundo inteiro levou para a COP 26 foi sobre educação climática. Nós da Prefeitura nos comprometemos a trazer a educação climática para dentro dos currículos, para dentro das escolas. Esse projeto traz capilaridade, envolvendo alunos, famílias, professores, dando a importância desses rios para as comunidades do entorno.  ‘Esse Rio é Minha’ junta educação e meio ambiente que são temas urgentes para a sociedade”, disse Cavaliere – Secretario Municipal de Meio Ambiente.

Matérias e Clipping